Escreva para expressar, não para impressionar.

Tempo Narrativo

Por Diego Schutt em 12/02/2020 Tópicos: Escrever Ficção, Técnicas
0
3

Em texto ficcionais, existem quatro perspectivas sobre o tempo a serem consideradas: o tempo cronológico, o tempo histórico, o tempo da ação e o tempo psicológico.

Tudo isso constitui o tempo narrativo, a forma como o escritor caracteriza, organiza e manipula o tempo ao longo do texto.

Tempo Cronológico

O tempo cronológico determina o montante de tempo que se passa da primeira à última cena do enredo. Histórias que duram apenas alguns poucos segundos, minutos ou horas permitem ao escritor intensificar o senso de urgência do conflito. Histórias que duram alguns dias, semanas ou meses permitem ao escritor intensificar o conflito progressivamente. Histórias que duram anos, décadas ou séculos permitem ao escritor mostrar as origens de um conflito e suas implicações ao longo de um longo período de tempo.

Tempo Histórico

O tempo histórico determina se a história acontece no passado (a história é ambientada em um passado próximo ou distante, em uma década, século ou período histórico específico), no presente (a história é ambientada no momento presente, em um sociedade que reflete o mundo em que vivemos hoje) ou no futuro (a história é ambientada em um futuro próximo ou distante, diferente do mundo em que vivemos hoje).

Tempo da Ação

O tempo da ação determina se os eventos do enredo já aconteceram no passado (“Heitor limpou as mãos nas calças e coçou a parte de trás da cabeça”), estão acontecendo no presente (“Heitor limpa as mãos nas calças e coça a parte de trás da cabeça”) ou (em casos raros) acontecerão no futuro (“Heitor limpará as mãos nas calças e coçará a parte de trás da cabeça”).

Tempo Psicológico

O tempo psicológico determina a percepção interna de um determinado personagem a respeito da passagem do tempo. Em certos momentos da história, o personagem pode, dependendo do seu estado de espírito, sentir alguns segundos se expandirem. Em outros momentos, ele pode sentir algumas horas se compactarem.

A escrita passou a ser fonte de ansiedade e angústia para você? Reencontre o prazer de escrever.  CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 10 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

Seja o primeiro escritor a comentar sobre este texto

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright 2010-2019 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos