Escreva para expressar, não para impressionar.

Como escrever cenas de ação

Por Diego Schutt em 05/03/2019 Tópicos: Dicas, Escrever Ficção, Técnicas
2
30

“Socorro me Ajuda” é uma série de artigos que responde às dúvidas dos leitores do Ficção em Tópicos. Quer enviar uma pergunta? Clique aqui.

A Raquel me mandou uma mensagem perguntando como escrever cenas de ação.

Uma cena é uma passagem do texto que foca nas ações e reações (internas e/ou externas) dos personagens durante um período de tempo delimitado e ininterrupto, dando a sensação de que a história está se desenrolando durante a leitura. Ao invés de simplesmente contar resumidamente o que aconteceu, cenas permitem que o leitor testemunhe, em tempo real, os personagens se movimentando e interagindo no universo da história.

Existem três tipos de cena. Cenas de exposição (usadas principalmente para caracterizar os personagens principais e fornecer informações indispensáveis para que o leitor possa entender e se interessar pela história), cenas de ação (usadas principalmente para mostrar as atitudes de certos personagens para alcançar um objetivo concreto) e cenas de reação (usadas principalmente para revelar dimensões mais profundas da psicologia dos personagens).

Cenas de ação são momentos do enredo focados em conflitos concretos. Uma batalha entre duas tribos, uma perseguição policial, uma briga entre dois inimigos. Ao criar tensão imediata no enredo, esse tipo de cena tem o potencial de enriquecer a experiência de leitura, a não ser quando usado simplesmente para chamar a atenção do leitor. Por isso, é importante lembrar que toda cena têm uma função na história.

A função de uma cena de ação pode ser avançar o enredo, revelar certas habilidades do protagonista, criar um contexto para um evento que acontecerá mais tarde, ou simplesmente motivar um personagem a tomar uma decisão. 

Se dois personagens começam a trocar socos em um bar e, ao final da briga, a história segue como seguiria mesmo se este evento não tivesse acontecido, se não descobrimos nada de novo sobre esses personagens ou o universo de ficção, ou se não plantamos uma semente para uma revelação futura, essa cena provavelmente é um truque barato que o escritor usou para chamar a atenção do leitor. Mas se, por exemplo, ao final dessa briga, um dos personagens vai parar no hospital, onde ele conhece outro personagem e esse encontro muda o rumo do enredo, podemos dizer que essa cena de ação cumpriu uma função na história.

Cenas de ação são comumente usadas para avançar o enredo. O enredo é, basicamente, uma sucessão de acontecimentos interligados por uma relação de causa e consequência. O acontecimento A causa o acontecimento B que resulta no acontecimento C que causa o acontecimento D que resulta no acontecimento E e assim por diante. Para avaliar se suas cenas de ação estão cumprindo a função de avançar o enredo, considere o impacto que o final de cada cena teve na forma como a história se desenvolveu dali em diante.

Cenas de ação têm mais impacto quando conhecemos os personagens, entendemos o que está em jogo naquela situação, e intuímos que os acontecimentos são relevantes para o desenvolvimento da história.

A mera descrição de uma luta tem um impacto limitado. Lembre-se que toda a ação externa representa uma emoção. Para dar mais substância para suas cenas de ação, considere que emoções esses momentos da história representam. O desespero de uma mãe para salvar seu filho? A coragem de um menino para enfrentar seu professor? A lealdade de um soldado para defender seu país?

Outros pontos importantes para você considerar ao escrever cenas de ação:

  • Como você deseja que o leitor interprete o que vai acontecer durante a cena?
  • Qual narrador (ou narradores) tem o potencial de descrever os eventos de uma forma que permita à cena cumprir sua função da melhor forma possível?
  • Quando é melhor entrar na mente de um personagem e compartilhar o que ele está pensando e sentindo durante a ação, e quando é melhor apenas descrever o que está acontecendo?
  • Em que momentos priorizar dinamismo e acelerar o ritmo da cena, e em que momentos é mais importante intensificar tensão diminuindo o ritmo da cena?

A resposta para cada uma dessas perguntas varia de acordo com a história, a cena e o estilo do escritor.

Para colocar essas ideias em prática, participe do curso/oficina Jardineiro de Ideias. Para mais informações, clique aqui.

 

Aprenda a escrever sem inspiração.

O Jardineiro de Ideias é um curso/oficina ONLINE que ensina a escrever ficção de um jeito mais intuitivo, espontâneo e criativo. CLIQUE AQUI para saber mais.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 8 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

2 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Tiago 05/03/2019

    No exemplo que você dá sobre dois personagens brigando no bar, você diz que se a historia continuar do mesmo jeito que não tivesse ocorrido a cena, provavelmente a cena é uma “furada”. Porem, e se a intenção do escritor fosse demostrar um aspecto da personalidade forte do personagem, ou algo do tipo?

  2. Author
    Diego Schutt 05/03/2019

    Oi Tiago, tudo bem?

    Ótima observação. Se a intenção do escritor é demonstrar um aspecto da personalidade do personagem, essa briga cumpre uma função na história e, portanto, é relevante. Reli o texto e percebi que, de fato, isso não fica claro no artigo.

    Editei a passagem para expressar esse pensamento de uma forma mais clara.

    Obrigado pela leitura e pelo comentário.

    abs
    Diego

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright 2010-2018 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos