Escreva para expressar, não para impressionar.

O maior erro dos aspirantes a roteirista de televisão e cinema.

By Diego Schutt on 10/10/2013 in Dicas
4
7

Abaixo você encontra uma tradução livre de mais um trecho da entrevista que o Robert Mckee deu para o site Big Think. Ele fala sobre o maior erro dos aspirantes a roteirista de televisão e cinema.

O maior erro que [os aspirantes a roteirista de televisão e cinema] cometem é se adaptar ao que está na moda. Eles olham para os [filmes e séries de sucesso] […] e eles se preocupam mais em vender do que em criar.

A atitude de muitos aspirantes a roteirista é que tem tanta merda [sendo produzida], então certamente minha merda é melhor que a merda dos outros.

Eles querem ser produzidos, querem sucesso, querem fazer parte da indústria do cinema. Então eles imitam o que assistem assumindo que como histórias péssimas como “Trasnformers” são produzidas, eles apenas precisam encontrar outro brinquedo na Toys R Us e criar um filme ao redor dele.

 

Assista ao trecho completo da entrevista abaixo.

Baixe uma amostra grátis do 1º Ebook do Ficção em Tópicos

About the Author

Diego SchuttView all posts by Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 8 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

4 Comments

  1. Victor 15/10/2013

    Diego,

    Você pode fazer uma matéria mostrando as vantagens e os procedimentos de montar um storyboard? Li que são ferramentas muito úteis para escritores, roteiristas e profissionais de animação!

    Mais uma vez, parabéns pelo blog!

    Abraço

  2. Sou roteirista há doze anos e procuro ser original nas minhas obras. Acredito que a indústria do audio visual segue atualmente padrões globais de produção. Além disso é muito difícil pra um roteirista novo ter alguma chance pois são grupos fechados

  3. EdersonRibeiro 18/02/2014

    Deixo aqui a minha gratidão de também poder fazer uma critica sobre isso, sabendo que minha opinião é uma gota no oceano… Fico triste de certos diretores e produtores a respeito de gerar novos talentos, eles estão preocupados em gerar filmes básicos,com pobres falas e historias banais que não serve como aprendizado de modo algum.

  4. ítalo 23/06/2014

    Essa matou Michael Bay

Add comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright 2010-2018 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos