Escreva para expressar, não para impressionar.

Dica 27: Não se preocupe com a extensão da sua história.

By Diego Schutt on 21/09/2010 in Dicas
0
10

Não existem regras quanto à extensão que uma história deve ter. A decisão de quantas páginas você deve escrever está relacionada ao tipo de história que você quer contar, e quanto tempo você precisa para contextualizar a narrativa, desenvolver os personagens, apresentar e resolver os conflitos do enredo.

Uma história só nos parece longa demais quando é desinteressante. Boas histórias envolvem nosso intelecto e nossas emoções, nos fazendo esquecer do tempo.

Escreva tanto quanto você considerar necessário para expressar sua visão de mundo sobre o tema da narrativa. Ao revisar seu texto, reavalie o objetivo e a importância de cada frase, e decida se o que elas acrescentam à história justifica sua presença. Escrever simplesmente para preencher a página é um desrespeito ao leitor.

Leia as dicas 1 à 50.

Leia as dicas 51 à 100.

Conheça o 1º Ebook do Ficção em Tópicos

About the Author

Diego SchuttView all posts by Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 8 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

0 Comments

Add comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright 2010-2018 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos