Aprenda a criar experiências com palavras

Todas as dicas do Ficção em Tópicos focadas no seu texto

Na viagem entre o pensamento e a página em branco, é comum que uma ideia perca força e coerência. Quando isso acontece, nosso primeiro impulso é abandonar o texto e se render aos encantos de uma nova ideia. Fazemos isso porque:

  • Nos convencemos de que a ideia não era tão boa quanto imaginávamos.
  • Acreditamos ter perdido controle sobre a direção que a narrativa estava tomando.
  • Não sabemos como desenvolver o texto de uma outra forma.

Se você não quer ser um daqueles escritores com milhões de textos começados e nenhum finalizado, você precisa aprender a olhar para o que escreve com mais objetividade. Consciente das escolhas que você fez para estruturar suas narrativas, você vai reganhar controle sobre seus textos.

Precisa de ajuda para desenvolver uma ideia ainda vaga, dar mais força para uma narrativa, ou quer receber um parecer imparcial sobre suas criações? Contrate um dos serviços de edição do Ficção em Tópicos. Não importa se o seu texto é de ficção ou não ficção. O serviço é customizado para ambos os tipos de narrativa.

O processo de edição não oferece respostas definitivas ou fórmulas de sucesso.

É um trabalho de colaboração criativa entre o editor e o escritor, focado na investigação do que você deseja expressar com seu texto e na análise da sua ideia a partir da perspectiva técnica. O grande objetivo desse processo é estudar as melhores estratégias para desenvolver sua narrativa com mais força, foco e impacto.

 

VOCÊ É UM ESCRITOR ARQUITETO OU JARDINIERO?

_____

Escolha o serviço mais adequado para você, considerando o perfil de escritor com o qual você mais se identifica. 

Escritor Arquiteto
Prefiro refletir sobre a minha ideia de história e projetar a experiência de leitura antes de começar a escrever.
Escritores arquitetos planejam os pilares da estrutura de suas histórias.

Eles decidem de antemão quem são os personagens, os principais acontecimentos do enredo e o que estão tentando expressar com seus textos.

Tais escritores focam primeiro em desenvolver uma visão macro e conceitual da estrutura da narrativa e, mais tarde, usam essa planta baixa como referência para construir cada cômodo da história.

Arquitetos partem do geral para o específico.

Sou Arquiteto
Escritor Jardineiro
Prefiro começar a escrever a partir de uma inspiração e descobrir a história enquanto escrevo.
Escritores jardineiros plantam sementes de ideias na página em branco.

Eles descobrem suas histórias à medida que seus textos vão crescendo e ganhando corpo. São escritores que gostam de mão na terra, pé no barro, de observar as cores das palavras e sentir a textura das frases.

Tais escritores começam a escrever inspirados por uma ideia aleatória e vão, aos poucos, descobrindo e estruturando a história que desejam contar.

Jardineiros partem do específico para o geral.

Sou Jardineiro

Publicidade

Copyright 2010-2018 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos