Aprenda a criar realidades com palavras

Entenda seu processo de criação e escreva com mais confiança

O trabalho do escritor é solitário. Passamos incontáveis horas tentando preencher páginas vazias com nossos pensamentos e emoções. Somos incansáveis em nossa busca pelas palavras certas para expressar ideias que nos parecem importantes, poéticas, verdadeiras, profundas, divertidas, provocadoras, curiosas.

Mas com frequência, nos sentimos bloqueados e desestimulados. Empacamos em um ponto da narrativa e não conseguimos imaginar como seguir em frente ou nos decepcionamos com os resultados dos nossos esforços criativos. Não demora muito até começarmos a questionar nossas habilidades de escrita e o valor das nossas ideias. Como resultado, editamos obsessivamente o mesmo texto incontáveis vezes, abandonamos narrativas pela metade ou, dependendo do nível de frustração, até mesmo paramos de escrever por um longo período de tempo.

Nosso orgulho muitas vezes nos impede de pedir ajuda.

Nos sentimos menos criativos se não conseguimos encontrar sozinhos uma forma de melhorar nossos textos. Acreditamos que, nós mesmos, devemos encontrar soluções para todos os desafios que nossas narrativas apresentam. Concordo com o escritor Austin Kleon que um dos mitos mais destrutivos sobre criatividade é a ideia do artista isolado e antissocial. Ele seria um indivíduo com talentos e habilidades extraordinárias que, livre da influência de outras pessoas, cria o inimaginável e apenas compartilha seu trabalho depois de pronto.

Escrever, de fato, requer isolamento. O escritor precisa se distanciar do mundo externo para entrar em contato com seu mundo interno. Sozinho, ele precisa escrever, reescrever, editar e revisar, até chegar na melhor versão que consegue imaginar para o texto naquele momento. Só então, a narrativa está pronta para encarar seus primeiros leitores.

Mas isso não significa que você precisa se isolar completamente até esse momento chegar. Muito pelo contrário. Conversar sobre suas aspirações, dificuldades e desafios pode ajudar você a ganhar perspectiva sobre a ideia que está desenvolvendo, clarificar o que você está tentando expressar com seu texto e despertar sua consciência para hábitos improdutivos que impedem você de terminar suas histórias.

O Divã do Escritor convida você a investigar a psicologia dos personagens de uma história que você está escrevendo, como ponto de partida para entender e aperfeiçoar seu processo de criação.

Em encontros de 50 minutos via Skype com o editor do Ficção em Tópicos, você vai aprender a identificar padrões improdutivos nos seus hábitos de escrita e receberá sugestões personalizadas para seguir desenvolvendo sua ideia e escrever com mais confiança.

O formato dos encontros foi desenvolvido com base no suporte técnico de uma psicóloga clínica e foi testado na prática em dez sessões individuais com dois escritores.

O foco do Divã do Escritor é equipar você com recursos práticos para:

  • Ganhar perspectiva sobre uma ideia que você está desenvolvendo.
  • Investigar a psicologia de um ou mais personagens da sua história.
  • Analisar as nuances do tema que você deseja abordar em um texto.
  • Explorar diferentes formas de desenvolver uma mesma ideia.
  • Parar de interpretar dificuldades como incompetência ou falta de talento.
  • Identificar as emoções que você deseja provocar no leitor.
  • Considerar suas aspirações artísticas e motivações para criar.
  • Apreender a contornar obstáculos que fazem você abandonar textos pela metade.
  • Identificar padrões improdutivos nos seus hábitos de escrita.

Pense no Divã do Escritor como um mergulho na sua mente criativa. Não existe um roteiro pré-definido. Em cada encontro, partimos de suas ansiedades e ambições para, ao logo de cada sessão, darmos mais um passo em direção a dois grandes objetivos: desenvolver sua confiança para escrever e/ou enfrentar os desafios específicos da ideia que você está desenvolvendo e tornar consciente suas ansiedades e ambições de escritor e aprender a usá-las em seu favor.

Essa confiança e consciência são fundamentais porque forçam você a se reconhecer como o primeiro leitor de tudo que escreve. Quando isso acontece, você começa a se sentir mais seguro para avaliar suas narrativas a partir dos seus referenciais de qualidade.

 

DETALHES SOBRE O SERVIÇO

_____

Encontros de 50 minutos via Skype. Horários disponíveis para encontros  Manhã: entre 6h e 11h – Noite: entre 21h30 e 24h (horário de Brasília). Todas as sessões são com o criador e editor do Ficção em Tópicos, Diego Schutt, especialista em Psicologia da Comunicação pela PUCRS. Saiba mais sobre sobre o Diego clicando aqui. Após cada sessão, você receberá sugestões práticas e personalizadas para seguir desenvolvendo sua ideia de história ou suas habilidades de escritor.

  • ATENÇÃO! Se você está em busca de um parecer crítico sobre seus textos, ESTE SERVIÇO NÃO É PARA VOCÊ. O foco do Divã do Escritor está em usar uma ideia de história como ponto de partida para conversarmos sobre suas ambições, dificuldades e processo de criação.
  • Cancelamento deve ser feito até 24 horas antes do encontro ou contará como uma sessão.
  • O Divã do Escritor é um processo. Quanto mais sessões você faz, mais intensos e profundos são os resultados. Se você está à procura de soluções mágicas e instantâneas para suas ansiedades, ambições e dificuldades, este serviço não é para você.

 

2 Sessões
R$ 198,00
Para você ganhar perspectiva sobre uma ideia e seu processo de criação
4 Sessões
R$ 360,00
Para você investigar em mais detalhes uma ideia e seu processo de criação
6 Sessões
R$ 510,00 
Para você entender a essência de uma ideia e seu processo de criação – Recomendado
7+Sessões
R$ 80,00/sessão
Para você desenvolver um entendimento profundo sobre seu eu-criador

 

Ainda não tem certeza se o Divã do Escritor é para você? Envie suas dúvidas para ficcaoemtopicos [arroba] gmail [ponto] com

 

DEPOIMENTOS DE QUEM JÁ FEZ

_____

“Conceber histórias é um processo que requer um estado de solitude. Você precisa confrontar seus fantasmas, entrar em contato com seus personagens, desenterrar os fósseis sedimentados em seu insconsciente que talvez venham a ser o ponto de partida de sua narrativa, seja ela um conto, um romance ou uma novela. Tudo isso requer um tanto de solidão.

Em contrapartida, há momentos da concepção de uma produção literária em que o diálogo pode ser tão importante quanto o isolamento. Por essa razão, quando o Diego me convidou para ser um dos primeiros escritores a fazer parte do Divã do Escritor, aceitei imediatamente. O simples fato de falar – e ouvir-se falando – por si só, já nos coloca em um estado de percepção que traz um nova perspectiva sobre aquilo que estamos buscando desenvolver e sobre os métodos envolvidos nisso. No entanto, ter esse processo conduzido por alguém com uma vasta formação em escrita criativa eleva tudo a outro patamar. Ao longo de nossas sessões, o Diego me ajudou a clarificar inúmeras características de personagens que foram se tornando mais críveis e reais para mim.

A partir de uma ideia um tanto frágil, um embrião, olhar para eu mesmo, sob a condução do Diego, me ajudou a desenvolver a estrutura que foi a base do romance “Modos inacabados de morrer”, publicado pela editora Oito e Meio. Portanto, não hesite em fazer parte deste processo que é o Divã do Escritor e, sobretudo, não se engane. Sempre escrevemos sobre nós mesmos. Por isso, quanto mais cedo descobrimos e assimilamos essa verdade, melhores serão as histórias que queremos contar.”

André Timm

_____

“Fiquei animadíssima quando o Diego me contou do projeto Divã do Escritor. Eu estava empacada em um romance e não conseguia pensar em como evoluir. Sabia do que gostava no enredo, na construção dos personagens, mas não conseguia identificar o que travava (a mim ou a história). Quando eu conseguia deslanchar um pouco, o texto não tomava o rumo que eu queria e esperava. Minha escrita era muito recente. Escrevia há menos de dois anos e desconfiava que muito dos meus tropeços se deviam à uma falta de conhecimento sobre o meu processo criativo. Faltava autoconhecimento da vertente escritora. Acho que teria topado participar mesmo sem conhecer a proposta. Diria sim ao nome Divã do Escritor. Eu era uma escritora precisando de um divã.

Logo de início percebi que, como todo processo terapêutico, aquilo me traria ganhos às custas de um pouco de sofrimento. Autoconhecer-se nem sempre é fácil. Aliás, quase sempre não é. Analisar seu próprio processo criativo é dolorido. Fez parte de todo meu processo entender porque eu escrevia, para quem escrevia e de onde partia. De que lugar brotavam minhas ideias? Como funcionava minha escrita? De quais textos meus e de outros escritores eu gostava e porque gostava? Terminei o Divã com muito mais maturidade e consciência do meu processo de criação. Para isso, a escuta atenta e a sensibilidade extrema do Diego foram fundamentais.

O romance? Bom, o romance foi momentaneamente abortado. Conseguir me desprender de uma ideia que não vinha dando certo foi difícil, doído. Mas foi, principalmente, libertador. Produzi textos de que gosto muito porque consegui me desapegar do romance. As observações do Diego, durante as nossas horas de conversa, me permitiram enxergar que aquela era uma ideia que talvez não se sustasse. Ou porque a ideia não era boa, ou porque ainda não estava madura o suficiente. De qualquer forma me permitiu seguir adiante. Escrever outras coisas, pensar em novos projetos, inclusive voltar a refletir sobre os rumos do meu romance emperrado.”

Maria Fernanda Elias Maglio

 

CONTRATE ESTE SERVIÇO

_____

1. Preencha os dados do formulário abaixo. Coloque “Divã do Escritor” no assunto, mencione na mensagem o número de sessões que você deseja contratar, compartilhe suas expectativas em relação ao serviço e os objetivos que você deseja alcançar. Dessa forma, posso confirmar se o Divã do Escritor pode ajudar você.  2. Certifique-se que você digitou seu email corretamente. 3. O pagamento pode ser feito com cartões de crédito ou débito e boleto bancário através do PagSeguro.

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada