Aprenda a criar realidades com palavras

8 citações que capturam os desafios de se tornar um escritor melhor

Por Diego Schutt em 01/08/2017 Tópicos: dicas, escrever, escrita criativa, inspiração
0
90


Se quiser escutar este texto, aperte play no painel acima.

“Bons escritores […] – vivos ou mortos, seja qual for o gênero que escrevem, atualmente adorados pelos críticos ou não, aprovados pela academia ou não – são aqueles que não só correspondem a nossas expectativas, mas também as superam.

Essa é a habilidade dos grandes contadores de histórias. Eles contam as mesmas histórias de sempre […], mas quando eles as contam, elas parecem novas, elas trazem novidades, elas nos renovam, elas nos mostram uma perspectiva nova sobre o mundo.”

Ursula K. Le Guin


”Não pense que você pode automaticamente escrever grandes histórias sem estudar a arte e as técnicas. Talvez você tenha sorte por ter um conhecimento instintivo de como envolver pessoas e mantê-las atentas pelo tempo que você quiser. Entretanto, como eu, você pode não ter essa sorte, e anos da sua vida podem se passar até você perceber isso.”

Phil Gladwin


“Alunos chegam às oficinas literárias, cada vez mais, em busca de adestramento. Como se fossem indivíduos enguiçados que precisam de conserto, que devêssemos endireitar ou emendar. É o que pedem: disciplina, tática, correção, ordem. Quando lhes digo que precisam, ao contrário, de desvio e de desordem, que precisam aprender a ‘errar bem’, e não a acertar, muitos me olham com espanto, como se eu lhes propusesse um crime, ou a morte. […]

A literatura não deixa de ser, porém, uma espécie benigna de delito. Delito contra o quê? Contra os pensamentos corretos, contra o bom senso, contra o equilíbrio e a sensatez. Literatura é desvio. […] É no inverso – a transformação do conhecimento em dor – que está o início da experiência poética. É preciso saber inverter o mundo, observá-lo de ponta cabeça, distorcê-lo, ou jamais escreveremos uma poesia que mereça esse nome.”

José Castello


“A tarefa de um artista não é aprender muitas e muitas técnicas, mas aprender as técnicas mais simples com perfeição. Fazendo isso, […] o difícil se tornará fácil, o fácil se tornará habitual e, só assim, o habitual poderá se tornar envolvente.”

David Mamet


“Todo ato de comunicação é um ato de tremenda coragem em que nos entregamos a duas possibilidades paralelas: a possibilidade de plantar em outra cabeça uma semente que germinou na nossa própria mente e observá-la desabrochar em uma flor deslumbrante de entendimento mútuo; e a possibilidade de sermos totalmente incompreendidos, reduzidos a uma erva daninha murcha.

Franqueza e clareza ajudam a fertilizar o solo mas, no final, há sempre um grau de imprevisibilidade no clima de comunicação – mesmo a intenção mais calorosa pode ser recebida com frieza.”

Maria Popova


“Faça perguntas ingênuas, inverta suas percepções, combine idéias incompatíveis, remixe metáforas e procure por paradoxos. De maneira nenhuma essas técnicas são abrangentes […]. Mas eu acho que se você tomá-las como ponto de partida […], você vai perceber que vai conseguir sair para fora de si mesmo, sair das suas rotinas, abandonar sua educação e seu bom senso. E você vai começar a olhar o mundo de maneiras diferentes, que podem levar você a idéias que nunca imaginou que tinha.”

Jonathon Keats


“A vida é melhor quando você possui uma prática constante que representa seu desejo, exige a sua atenção e requer esforço; um pedaço de terra que gratifique sua vontade de trabalhar e criar e, ao fazê-lo, reinar sobre um mundo imaginado por você, […] tal como acontece com o ato literal de jardinagem.

Investir em qualquer prática com seriedade é uma maneira rica e persistente de viver no mundo. Você está no controle (o tanto quanto podemos fingir estar – às vezes, como o capitão de um navio abraçando o mastro durante um furacão). Você planeja, você projeta, você trabalha, você luta. E sua recompensa é que, em algumas estações, você vai colher em abundância o que plantou.”

Malamud Smith


O escritor se forma lendo. Não adianta fazer curso de letras, oficina… essas coisas existem para aprimorar o cara, para dar luz para ele. Mas ele tem que trazer algo consigo. Não dá para pegar um cara e falar ‘você vai ser escritor’. Não vai funcionar. Você pega um escritor mais experiente e ele ilumina coisas para você não perder tempo descobrindo na prática. Isso vale para o roteirista também.

Agora, você não ensina o cara a criar. Você ensina o cara a escrever. Você mostra para ele técnicas de escrita, truques, manhas, facilidades […]. Agora, ele tem que ter um germe dentro dele, ele tem que ter algum desejo de contar alguma coisa para os outros, porque senão ele desiste na primeira dificuldade que encontrar.

Eu pensava que, com o tempo, escrever ia se tornar uma tarefa fácil. Eu tinha essa ilusão quando comecei no jornalismo. […] Eu vejo que não. Você vai se tornando mais exigente. Aquilo que te agradou, você já não quer pisar em cima da sua própria pegada, você quer ir por um caminho diferente. Então é sempre muito difícil. Agora, o cara tem que trazer alguma bagagem com ele. Ele tem que querer, ele tem que gostar. O resto ele vai aprender. Dá para aprender. Eu acho que é possível ensinar para alguém as técnicas. Agora alma, aquilo o cara traz ou não traz.”

Marçal Aquino


Qual das citações acima é sua favorita? Você conhece outra citação que captura os desafios de se tornar um escritor melhor? Deixe um comentário.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

Seja o primeiro escritor a comentar sobre este texto

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos