Aprenda a criar realidades com palavras

Minha ideia de história é boa?

Por Diego Schutt em 06/03/2017 Tópicos: dicas, escrever, escrita criativa
3
68
A imagem acima é resultado da junção de ícones originalmente criados por Juan Manuel Corredor e IconDots. Licença para uso disponível aqui.

 

Não importa. Isso mesmo. Não importa se sua ideia de história é boa. Ou ruim. Uma ideia é apenas um ponto de partida para você começar a escrever. Já vi ideias sem graça ganharem vida quando a narrativa estava pronta. Já vi ideias fantásticas resultarem em textos chatos.

O leitor não está nem um pouco interessado na genialidade da sua ideia de história.

Essa preocupação é apenas sua, prezado escritor. Tudo que o leitor quer é uma experiência de leitura que recompense seu tempo. Não existe experiência de leitura em uma ideia.

Tendo dito isso, essa ansiedade é natural e comum. Idealmente, quando articulamos nossa ideia de forma sucinta para um amigo, desejamos que ela revele o potencial dramático da narrativa e desperte nele o mesmo entusiasmo que nos motivou a desenvolver esse universo de ficção. Se isso acontece, é sinal de que a pessoa reconheceu o potencial da sua história. Ótimo começo.

No entanto, as qualidades de muitas ideia só se revelam quando começamos a escrever, na escolha das palavras, no acúmulo de frases e nas imagens e sensações evocadas na sequência dos parágrafos.

Nunca descarte uma ideia baseado simplesmente na classificação superficial entre boa ou ruim, sendo essa a sua avaliação ou a de outras pessoas. Muito provavelmente, sua dificuldade em articular as qualidades e o potencial que você enxerga nessa história é seu maior problema.

Eis alguns pontos para você considerar:

  • Por que, dentre outras milhares de ideias, você escolheu essa como base para escrever sua história?
  • Especificamente, o que nessa ideia desperta sua imaginação? Um personagem, um conflito, uma cena, um cenário, um diálogo, um tema?
  • Que características a narrativa precisa ter para expressar todas as qualidades e o potencial que você enxerga nessa ideia?

Muitas vezes, quando você encontra uma ideia que considera excelente, fica obcecado em executá-la tal como havia inicialmente imaginado, tornando o processo de criação rígido, previsível e frustrante. Quando você encara sua inspiração inicial apenas como um pontapé para começar a escrever, segue aberto para possibilidades inesperadas e se mantém flexível para explorar possibilidades que surgirem pelo caminho.

Nesse primeiro momento, quando você acabou de encontrar uma ideia de história, comece escrevendo simplesmente para explorar, na prática, o potencial desse universo de ficção. Não se preocupe com o que a ideia é. Ao invés disso, concentre seus esforços em imaginar o que a ideia pode ser.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Hong Kong. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

3 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Kalew Nicholas 17/03/2017

    Texto excelente pra quem, como eu, está quase desistindo de um projeto por achar a ideia demasiadamente merda.

  2. Helena Macedo 20/03/2017

    Amei o texto, me ajudou bastante. Porém, por mais que eu pesquise ou leia ou leia vários livros, não consigo editar o meu primeiro livro. O tempo vai passando, minha idade avançando e o meu sonho de ser escritora vai ficado cada vez mais distante. Abraços de uma escritora no anonimato.

  3. Luiz Nogueira Jr. 04/04/2017

    Texto extremamente impactante! Tenho uma ideia para escrever mas já estou preocupado com o fim da história… Pois é, deixarei a ideia fluir e percorrer minha mente. Que as possibilidades sejam muitas! Obrigado pelas dicas Diego!

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada