Aprenda a criar realidades com palavras

Sua arte é uma merda

Por Diego Schutt em 17/01/2016 Tópicos: escrever, inspiração
6
65

Você sabe, seus amigos sabem, eu sei e até o animador Dylan Carter sabe. Sua arte é uma merda.

O vídeo abaixo é sobre nosso desgosto com o que escrevemos e sobre um segredo que vai tirar um peso das suas costas.

A grande lição condensada nessa animação de apenas um minuto e meio é crucial para quem quer ser escritor: o verdadeiro artista não cria POR CAUSA da qualidade que reconhece no seu trabalho, mas APESAR dela.

Abaixo, uma tradução livre do áudio do vídeo, em inglês.

your art is shit from dylan carter on Vimeo.

 

Sua arte é uma merda.

Sim, a sua, especificamente.

Seu trabalho nem se compara ao dele e já se parece muito com o dela.

Seu estilo é uma mistura descarada de todos os artistas de quem você já copiou.

Um Frankenstein. Pretensioso, sem inspiração, pouco original. Simplesmente ruim.

Todos os defeitos que você atribuiu a sua arte são verdadeiros.

Grande chances de que você nunca vai ser reconhecido como um grande artista.

Você não vai ter nenhuma influência e será esquecido.

Sim, sua arte é uma merda.

Mas eis o grande segredo. Minha arte é uma merda também.

A sua, a minha, a dele, a dela. A de todo mundo.

Agora, apesar disso, vamos fazer arte.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

6 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Victor Abrantes 19/01/2016

    Realmente, inspirador.

    Eu tenho uma duvida, como administrar o tempo para escrever, como? Simplesmente separar 30 minutos e simplesmente escrever/digitar?
    Tenho muita ânsia de escrever, justamente nos momentos em que não posso.

    Já agreguei uma dica muito boa daqui sobre os cadernos de anotações.
    Agora pergunto, como administrar o tempo de escrever?

  2. Ruan Carlos 25/01/2016

    Adorei esse video. É a primeira vez que comento no seu blog, apesar de já frequentá-lo há anos. É um dos melhores que eu conheço em termos de criatividade e ficção. Obrigado por existir! Não sei se é um trabalho voluntário, mas devia te dar um prêmio por ser um dos maiores estimuladores para minhas criações. Minha gratidão é imensa, assim como minha arte é uma merda. Mas se tornou uma merda que passei a gostar e apreciar um pouco mais por causa da sua, então obrigado por isso também.

  3. Jean Michell 03/02/2016

    O vídeo me fez refletir sobre o que penso da minha arte. É lindo e totalmente verdadeiro.
    Parabéns a quem fez, a quem traduziu e a quem o disponibilizou aqui.

  4. Danilo Silva 04/03/2016

    Gostei muito da mensagem do vídeo,foi como se uma pedra imensa tivesse sido tirada das minhas costas.Agora com certeza escreverei com mais tranquilidade.
    Victor eu te entendo,até pouco tempo estive com essa mesma dificuldade em arrumar tempo para escrever.Resolvi esse problema escrevendo o tempo que fosse posível.Não importa se foram 5 minutos ou menos de uma página,o que importa é você escrever e no fim do dia não ficar com aquela horrível sensação de fracasso,pelo contrário,você se sentirá bem e disposto a fazer o mesmo no próximo dia.

  5. MONICA LOUREIRO JORGE 31/03/2016

    Que benção encontrei esse Blog hoje de novo.

  6. Eu sinceramente tento deixar os meus textos melhores na medida do possível, meu senso crítico pode não ser dos melhores e isso ajuda a equilibrar.
    Victor Abrantes, eu tenho esta mesma ânsia de escrever em momentos que não posso, não sei se vai ajudar mas eu faço o seguinte:
    * Primeiro tenho um outro passatempo (não o biscoito, rsrsrs)ouço podcasts variados pra encher a minha cabeça e me acalmar; scicast, nerdcast, MRG… Não gosto de todos os episódios, mas faço como vários textos que não gosto; leio mesmo assim.
    * Em segundo lugar eu arrumo um tempo e um app em meu celular para fazer notas rápidas e desenvolvo em meus intervalos e percursos de ida e volta do trabalho.
    * Quando tenho tempo (como agora) gosto de ver o que as pessoas acham e busco críticas de meus textos (não tem muitas, se quiser ajudar nisso entra no meu blog ou no recanto das letras).

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos