Aprenda a criar realidades com palavras

Para que serve literatura?

Por Diego Schutt em 24/10/2014 Tópicos: escrever, inspiração, storytelling
2
88

Em um vídeo super bacana, a School of Life explica para que serve a literatura. Você provavelmente já conhece os quatro argumentos apresentados e muitos outros.

Compartilhe este artigo com seus amigos para ajudá-los a entender seu amor pelos livros e pelas palavras, além de mostrar como suas histórias podem ajudá-los a economizar tempo, torná-los pessoas melhores, curar solidão e prepará-los para fracassar. Abaixo, minha tradução livre do conteúdo do vídeo.

Temos a sensação de que as livrarias estão cheias de livros extremamente importantes. Mas para que exatamente serve a literatura? Por que deveríamos investir nosso tempo lendo histórias e poemas quando, no mundo lá fora, há tantas outras coisas acontecendo que parecem mais importantes? Vamos pensar sobre formas como a literatura nos beneficia.

 

Literatura ajuda você a economizar tempo

Parece perda de tempo, mas na verdade literatura é a forma mais eficiente de economizar tempo porque nos dá acesso a uma variedade de emoções e experiências que levaríamos anos, décadas, milênios se tentássemos vivê-las diretamente.

Literatura é o melhor simulador de realidade que existe. É uma máquina que permite a você experimentar uma quantidade infinita de situações que você jamais teria tempo para testemunhar diretamente. Ela permite que você – seguramente, isso é crucial – veja como é se divorciar ou matar alguém e sentir remorso. Ou largar seu emprego e viajar para o deserto. Ou tomar decisões terrivelmente erradas ao liderar seu país.

Literatura nos permite acelerar o tempo para que possamos ver o arco de uma vida, da infância à velhice. Ela dá a você as chaves do palácio e de incontáveis quartos para que você possa avaliar sua vida em comparação a de outras pessoas. Ela apresenta você para pessoas fascinantes: um general romano, uma princesa francesa do século 11, uma mãe que faz parte da elite russa começando um caso amoroso. Ela faz você cruzar continentes e séculos. Literatura nos cura do nosso provincialismo e, quase sem custo nenhum, nos torna cidadãos do mundo.

 

Literatura torna você uma pessoa melhor

Literatura faz uma mágica que nos mostra como as coisas são de pontos de vista diferentes do nosso. Ela nos permite considerar as consequências das nossas ações na vida de outras pessoas de uma forma que não faríamos em situações reais. Ela também nos mostra exemplos de pessoas gentis, generosas e simpáticas.

Literatura se opõe profundamente aos sistemas de valores dominantes, que recompensam dinheiro e poder. Escritores estão do outro lado. Eles chamam nossa atenção para ideias e sentimentos que são extremamente importantes, mas não são populares na nossa sociedade consumista, cínica e supervalorizadora de status.

 

Literatura é uma cura para solidão

Somos mais estranhos do que gostamos de admitir. Frequentemente não conseguimos expressar o que realmente está se passando nas nossas cabeças. Mas em livros, encontramos descrições de quem genuinamente somos e como as coisas realmente são, descritos com uma honestidade bem diferente das que conversas habituais permitem.

Nos melhores livros, sentimos como se os escritores nos conhecessem melhor do que nos conhecemos. Eles encontram palavras para descrever o frágil, o estranho e experiências especiais da nossa vida interior. A luz leve de uma manhã de verão. A ansiedade que sentimos em uma festa. A sensação de um primeiro beijo. A inveja que sentimos quando um amigo nos contou sobre seu novo negócio. A vontade que sentimos no trem de abordar um passageiro com quem nunca ousaríamos conversar.

Escritores abrem nossos corações e mentes e nos dão mapas de nós mesmos para que possamos viajar com mais confiança e com menos paranóia ou opressão. Como disse o escritor Emerson, “nos trabalhos de grandes escritores, encontramos nossos próprios pensamentos negligenciados”. Literatura é um corretivo para a superficialidade e os defeitos das amizades. Livros são nossos verdadeiros amigos, sempre disponíveis, nunca ocupados demais, nos mostrando a verdade nua e crua sobre como as coisas realmente são.

 

Literatura prepara você para fracassar

Durante nossas vidas, um dos nossos grandes medos é de errar, fracassar, de nos tornamos como dizem os tablóides “um perdedor”. Todos os dias, a mídia nos mostra histórias de fracasso. Curiosamente, muitas histórias também tratam de fracassos. De uma forma ou de outra, muitos livros, peças de teatro e poemas são sobre pessoas que erraram. Pessoas que dormiram com suas mães por acidente, que decepcionaram seus parceiros, ou morreram e deixaram suas dívidas para seus parentes.

Se a mídia descobrisse sobre essas pessoas, faria picadinho delas. Mas grandes histórias não julgam tão duramente ou superficialmente quanto a mídia. Elas evocam pena do herói e medo em nós mostrando como, com alguns passos errados, podemos destruir nossas próprias vidas.

 

Se literatura pode realmente fazer tudo isso, talvez a gente precise tratá-la de um jeito diferente. Costumamos tratá-la como distração, como entretenimento (algo para se fazer na praia). Mas literatura é muito mais do que isso. É, na verdade, terapia, no amplo sentido da palavra. Deveríamos aprender a ver livros como médicos veem remédios, algo que prescrevemos em resposta a uma série de doenças e classificamos de acordo com os problemas que elas melhor podem ajudar a resolver.

Literatura merece o prestígio que tem por um motivo acima de todos os outros: porque é uma ferramenta que nos ajuda a viver e morrer com um pouquinho mais de sabedoria, bondade e sanidade.

Assista ao vídeo abaixo.

E você? Conhece outros motivos para amar literatura? Deixe um comentário.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Hong Kong. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

2 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Ana ClaCla 27/04/2015

    Olá Diego,

    Adorei que você traduziu o video, não conhecia ainda. E há vários de outras áreas. Concordo plenamente, literatura é muito importante.

    Abraços,
    Ana

  2. Agora descobri o motivo pelo qual eu escrevo!

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada