Aprenda a criar realidades com palavras

Dica 95: Aproveite enquanto você ainda não foi “descoberto”.

Por Diego Schutt em 03/09/2012 Tópicos: dicas
6
7

O desejo de todo escritor que está começando é, eventualmente, ser “descoberto”. Nada mais natural, afinal de contas, se você investe tanto tempo e energia trabalhando em seus textos, é porque acredita que tem algo importante a dizer para o mundo. Mas no início da sua carreira, quando você ainda está descobrindo como transformar ideias em histórias, não há nada melhor do que o anonimato.

Se você é desconhecido, a única pressão que você sofre é aquela que coloca sobre si mesmo. Você não precisa se preocupar com editores, jornalistas, críticos, contratos, marketing, etc. Aproveite essa liberdade para experimentar, cometer erros, e se concentrar unicamente em se tornar um escritor mais competente.

O melhor momento para ser descoberto é quando você se sentir mais confortável com os resultados da sua produção. E a partir do momento em que suas histórias começarem a chamar a atenção de um número grande de pessoas, você vai sentir falta da liberdade de criação que só o anonimato podia lhe oferecer.

Leia as dicas 1 à 50.

Leia as dicas 51 à 100.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Hong Kong. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

6 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Fagner 03/09/2012

    Outra grande postagem!

    Leio sempre o blog. Está ótimo!

  2. Oi Fagner.
    Obrigado pela leitura e pelo comentário.

  3. Gean Riwster 05/09/2012

    Sim sim, pressão e produção.

    Não tenho contrato, mas crio uma pressão tão grande com o público (amigos), que chega a ser idiota. Por mais que eles digam que “você é ótimo escritor” e tal, as vezes não acredito pela pressão, produção e perfeccionismo.

    Se por um acaso eu ter a oportunidade de publicar um livro, nem sei a loucura que faria. Possivelmente iria parar para revisar cada frase de três palavras, e começaria a mandar cada advérbio pro espaço, por mais importantes que fosse. Por enquanto é só parágrafo por parágrafo… Ó, grande liberdade que me imponho…

    Obrigado, Diego, por me lembrar da boa e velha liberdade de criação.

    Gean Riwster

  4. Oi Gean
    Legal que você já tem um público, ainda que, por enquanto, sejam apenas seus amigos. Não deixe seu perfeccionismo impedir você de aceitar elogios. Sim, talvez você ainda deseje aperfeiçoar suas habilidades de escrita, mas pode ter absoluta certeza de que você está no caminho certo. Isso fica muito evidente em todos os comentários que você deixa aqui no site.
    sds
    Diego

  5. Leandro 06/03/2013

    Eu já acho que escrevo demais e publico de menos. Geralmente só o faço para amigos que gostam de contos de fantasia e ficção (das quimeras aos X-Wings).
    Descobri a pouco tempo uma ou outra comunidade pequena de escritores e leitores, mas queria um público mais amplo (comunidades maiores viriam a calhar) para receber as críticas. Sabe onde seria um bom lugar para tal?

  6. Diego Schutt 06/03/2013

    Oi Leandro

    Descobri hoje esta página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Descobrindo-escritores/222187544588254

    Também tem o http://www.widbook.com e o http://www.wattpad.com.

    Espero que ajude.

    sds
    Diego

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada