Aprenda a criar realidades com palavras

8 desculpas ótimas para não escrever hoje

Por Diego Schutt em 03/08/2012 Tópicos: dicas, escrever, escrita criativa, inspiração
37
61

Sim, eu sei. Você é uma pessoa muito ocupada e cheia de obrigações e compromissos. Todos os dias você tenta encontrar alguns minutos para escrever, mas existem outras coisas bem mais importantes que sempre acabam atrapalhando.

Para que você não se sinta mal por passar mais um dia sem trabalhar na sua história, aqui estão oito desculpas ótimas para você justificar para si mesmo porque não vai escrever hoje.

1. Você não tem tempo

É totalmente compreensível que você não disponha de 20 minutos para escrever, afinal de contas, você precisa urgentemente tomar um banho demorado, assistir a mais um episódio da sua série de tv favorita, ver o que está acontecendo no Facebook, responder seus emails, ligar para seus amigos… enfim, tantas atividades mais importantes e inadiáveis que, ainda que você tente arrumar tempo, nem sempre é possível.

2. Você ainda não está preparado

Você recém descobriu o Ficção em Tópicos. Ainda não leu nem a metade dos textos do site. Além do mais, você acabou de comprar aqueles livros sobre teoria literária que, com certeza, vão facilitar o seu processo de criação. Para que perder tempo escrevendo agora, se você ainda não sabe tudo o que precisa saber para criar uma história decente? Melhor investir seu tempo estudando teorias e técnicas para que você possa escrever histórias perfeitas na primeira tentativa.

3. Você não está inspirado

Você já fez de tudo. Meditou, escutou suas músicas preferidas, leu todos os power points auto-ajuda que recebeu por email, curtiu todos os posts inspiradores que seus amigos compartilharam no Facebook, leu trechos dos seus livros favoritos… e nada. Inspiração zero. O que é que se pode fazer, não é? Melhor esperar para escrever quando os espíritos criativos estiverem por perto para recompensar seus esforços, ditando no seu ouvido uma história pronta para você escrever.

4. Você está estressado 

Depois de um dia inteiro de trabalho, você deve estar exausto. Aquele seu colega idiota fez do seu dia um inferno e, para completar, seu chefe resolveu pegar no seu pé. Um estresse, eu sei. Irritado desse jeito, melhor deixar para escrever outro dia. Imagina se você transfere essa fúria toda para sua história, que perigo! Melhor deixar para escrever quando você estiver tranquilo, em paz, livre da influência de qualquer emoção muito intensa.

5. Você está se sentindo paralisado

E como não estaria? A ideia da sua história é revolucionária! Você já consegue escutar os aplausos da multidão de fãs na fila para pegar seu autógrafo; você já imagina a euforia dos críticos com seu talento explosivo e a promessa de uma carreira de sucesso. Tudo isso reforça a sua responsabilidade de escrever a história mais espetacular do ano. Melhor deixar para um outro dia, quando você estiver mais acostumado com o futuro de fama e reconhecimento que o espera.

6. Você não acha sua ideia original

Talvez seu problema seja o oposto do anterior. Sua ideia é ridícula, clichê, sem graça, batida. No início, você achou que estava no caminho certo para escrever uma história 100% original, até que você pesquisou e descobriu que outros escritores já fizeram algo semelhante. Nem pense em escrever hoje então. Enquanto você não encontrar uma ideia que não se pareça com nada que já tenha sido feito na história do mundo, não vale a pena perder tempo escrevendo.

7. Você está com medo da concorrência

Seu amigo descobriu que você estava escrevendo uma história e resolveu fazer o mesmo. E qual não foi a sua surpresa ao perceber que ele escreve melhor do que você! E se você parar para pensar, existem muitas pessoas que você conhece que escrevem melhor do que você. Seu medo de morrer no anonimato é totalmente justificado. Ao invés de escrever hoje, invista seu tempo desincentivando todo mundo que você conhece de escrever histórias para diminuir a concorrência.

8. Você ainda não planejou sua história

Você já tem uma ideia, mas você não definiu todos os detalhes sobre seus personagens, não sabe o que vai acontecer exatamente em cada cena, não tem ideia de como terminar a história. Você precisa de tempo para planejar e se certificar de que você pensou com cautela e examinou minuciosamente todas as possibilidades de todos os elementos da narrativa. Não se atreva a começar a escrever hoje sem ter absoluta certeza de tudo que você quer incluir na sua história.

E você, quais são as desculpas que você mais usa para não escrever?

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt

Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

37 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. Inês Coelho 03/08/2012

    X’D ironia faz maravilhas X’D

  2. Convenci você a escrever hoje Inês? 🙂

  3. Augusto 05/08/2012

    Criando vergonha na cara e abrindo meu arquivo. Acho que vou deixar esse texto na geladeira e lê-lo todas as manhãs ^^
    quem sabe, né?

  4. Oi Augusto. Eu imprimi uma cópia e coloquei ao lado do computador. 🙂

  5. Augusto 05/08/2012

    Cada um põe onde visita mais – disse um gordo. heueheueheueheu

  6. 🙂

  7. Thalita 09/08/2012

    É sério… depois de ter praticamente transcrito tudo que eu havia pensado, posso dizer apenas uma coisa : Chega de desculpas! kk’

  8. Toda vez que você pensar em uma desculpa para não escrever, invente uma outra desculpa para ignorar a primeira. 🙂

  9. Nossa, pior que já estava caindo nessa… Com exceção dessa semana, que realmente tinha uma boa desculpa para não escrever – deu bug no particionador do meu SO e tive que formatar o HD e instalar tudo do zero (e Linux demora para configurar, instalar os programas que quer e customizar) – essas últimas semanas eu deixei a prática totalmente de lado… Mas já bateu aquela saudade, e, depois de ler esse artigo, aquela vergonha na cara, também! xD
    Parabéns, Daniel! O site está cada vez melhor! Ele é praticamente meu guia, eu tenho que ler alguns artigos sempre antes de escrever, me ajuda muito! Sucesso!

  10. Oi Rodrigo
    Se seu computador estragar de novo, não esqueça que existe papel e caneta. 🙂
    Obrigado pela leitura.
    sds
    Diego

  11. Rafaella 21/10/2012

    HAHAHA. Sensacional!
    Já ia assistir minha série favorita porque eu passei a tarde inteirinha aqui e não consegui pensar em nada para escrever… Mas depois desse texto o que me resta é abrir o word de novo e tá tudo certo.

  12. Oi Rafaella
    Se o texto convenceu você a abrir o word e começar a escrever, missão cumprida. 😉
    Obrigado pela mensagem.
    sds
    Diego

  13. Daniela 04/01/2013

    Esse texto vai virar meu mantra uashsauh enfim, eu sempre invento desculpas como essas e acabo perdendo o animo pra escrever, mas como você disse em outro artigo “escreva mesmo que não tiver ideia do que escrever” e é isso que eu vou fazer!
    Bjs

  14. Diego Schutt 04/01/2013

    Legal Daniela. Caneta no papel, dedos no teclado, e mãos à obra. 😉

  15. Wilcky 04/01/2013

    É isso mesmo. Bem assim. Ótimo alguém por em papel tudo que a gente passa quando tem esse desejo incessante de escrever! Valeu pela matéria!

  16. Rógeres Oliveira 04/01/2013

    Minha desculpa é a de não haver sentido: escrever sem objetivos é inútil e com objetivos é falso.
    Se eu estiver certo, bem, então estou certo.
    Se eu estiver errado, quem se importa?
    Se ninguém se importa, logo aqui estou eu sendo eu.
    Se alguém se importa, na verdade eu que não me importo, sou egoísta e estúpido.

  17. Ane 04/01/2013

    Uma das minha é que não me acho talentosa o suficiente msm rsrs… Mas quer saber, não custa nada tentar, mesmo porque vc ja detonou algumas das minhas desculpas favoritas rsrs. Bora escrever…

  18. Rafaela 04/01/2013

    Muito bom,este texto!
    Tenho uma romance que venho tentando terminar a tempo.Na verdade ainda estou no começo.kkk
    Travei no meio do caminho.
    E quando eu faço meu cronograma no domingo eu sempre coloco escrever uma pagina todos os dias.Mais termino por nao escrever nada.Vou priorizando todo o resto.E o tempo vai passando….

  19. Rafaela 04/01/2013

    Acho que que é o medo da nao aceitaçao.Voce olha para aqueles romances fabulosos e se inferioriza sem ao menos conceder o benificio da duvida.

  20. Daniel Rocha 05/01/2013

    Muito bom. Aliás, essa é a segunda vez na mesma madrugada (agora são quase 3 da manhã) em que tu me faz escrever (descobri teu site faz pouco) e vou linkar este texto no meu blog (e é a segunda vez na mesma madrugada em que linko um texto teu no meu blog…:)

    Aliás, vou pelo menos abrir o arquivo no qual estou trabalhando a segunda versão da minha novela antes de dormir (adorei a parte do “você não tem tempo”. Estou há horas na internet, mas escrevi mesmo bem pouco…:)

    Abraços, hoje sem desculpas para não escrever.

  21. Diego Schutt 06/01/2013

    Oi Wilcky

    Eu mesmo já usei cada uma destas desculpas para não escrever. Agora que tirei elas da minha cabeça, me parece bem mais fácil sentar e escrever do que inventar outras desculpas. 😉

  22. Diego Schutt 06/01/2013

    Oi Rógeres

    Não entendi o que você quis dizer com “escrever sem objetivos é inútil e com objetivos é falso”. Você pode me explicar em mais detalhes o que quis dizer?

  23. Diego Schutt 06/01/2013

    Oi Ane.

    Uma citação para você:

    ?”Por um tempo, eu pensei que o mais importante era talento. Agora eu acho que o jovem [escritor] deve possuir ou ensinar a si mesmo, […] uma paciência infinita para tentar e tentar, até que ele acerte. Ele deve treinar-se na intolerância cruel – que é jogar fora tudo o que é falso, não importa o quanto ele ame uma página ou parágrafo. A coisa mais importante é o discernimento, que é ser – curioso – pensar, meditar, e refletir porque o homem faz o que faz, e se você tem isso, então eu não acho que talento faz muita diferença.” William Faulkner

    O fato de você reconhecer que ainda não tem todas as habilidades para escrever que gostaria é o primeiro passo para começar a escrever melhor. Como você mesma disse, bora escrever, que é assim que aprendemos! 😉

  24. Diego Schutt 06/01/2013

    Oi Rafaela

    Acho que todo mundo já passou por isso. Vamos deixando para um depois que nunca chega. E a história, que inicia no topo da lista de prioridades, acaba voltando para o cronograma todos os dias.

    E sobre o que você mencionou de se sentir inferiorizada por romances fabulosos, acho que esta dica é justamente sobre isso: Dica 12: Evite comparar suas histórias às dos seus ídolos.

    Caneta no papel, dedos no teclado! Estamos todos juntos nessa aventura!

  25. Pedro 30/06/2013

    A última, sempre. O pior é que os plano nunca estão bons, então passo um mês fazendo o capítulo 2 e reclamando do 1.

  26. joaoeliseulimbwengo 16/09/2013

    muito obrigado pelas dicas.minha maior desculpa tem haver com a fadiga acarretado ao longo do trabalho.

  27. Flavio 09/10/2013

    Meu principio de escrita é: escreva, mesmo que esteja ruim. Volte, conserte, e continue escrevendo. Se tenho 10 minutos antes de dormir, escrevo.

  28. Lucas C. Lima 25/12/2013

    Ha ha ha, valeu, agora vou escrever XD

  29. Fernando Alves 10/02/2014

    Obrigado! gostei muito das dicas e adorei todos os comentários.
    achei que acontecia somente comigo.

  30. aruan 30/03/2014

    Esse site esta me ajudando bastante. Valeu ficção em tópicos

  31. Daniel Rocha 30/03/2014

    Oi, Diego.

    Já que você foi um dos grandes incentivadores para eu fazer o Nanowrimo, agora te convido: vamos encarar o Nanocamp em abril? 🙂

    Abraços, aqui dos pampas, conterrâneo!

  32. Author
    Diego Schutt 01/04/2014

    Obrigado pelo convite, Daniel. Coloca o link aqui onde encontro mais detalhes. 😉 abs

  33. Daniel Rocha 01/04/2014

    Oi, Diego.

    O link é este:

    http://campnanowrimo.org/

    A má notícia é que começou ontem, e vai até o fim de abril. A boa é que vai ter outro “Camp”, se não me engano em junho (ou julho). Eles fazem isso meio que para se aquecer para o Nanowrimo de novembro, então é mais light. O mínimo são 10.000 palavras e não as 50.000 de novembro.

    Ah, continuo escrevendo a história que iniciei no Nano, muito graças ao teu incentivo de encarar e fazer. Estou publicando um capítulo por dia (é uma novela) lá no meu blog.

    Grande abraço e bons escritos!

  34. Quintiliano 04/04/2014

    Este site é o melhor site do género de toda a Internet! Simplesmente fantástico! Meu site favorito!

  35. rafael 30/07/2014

    Sempre que posso escrevo um pouco. No celular, no tablet, seja onde for. Se nao esta bem arrumo depois, apenas me concentro em escrever e manter a coerencia.

    O site aqui tem me ajudado muito em meu projeto que ja esta quase na metade XD

  36. Henrique 27/11/2016

    Geralmente sou assolado pela: “poxa, já escrevi duas páginas, que maravilha de progresso! Deixa eu ir pro House of Cards agora, hm”

    Grande postagem!

  37. João Flávio 28/11/2016

    Eu diria que esse artigo é atemporal.
    Parabéns!
    Bem, deixa eu tomar vergonha e trabalhar.

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos