Escreva para expressar, não para impressionar.

Dica 59: Considere que cenas a história precisa.

By Diego Schutt on 29/03/2011 in Dicas
0
7

Toda história de ficção é como um quebra-cabeça sem a caixa para mostrar qual será a imagem final. Cada cena é como uma peça desse quebra-cabeça que dá pistas da figura que será formada. No decorrer da narrativa, o leitor procura encontrar padrões no formato e no conteúdo de cada peça e, aos poucos, dar sentido para o que o escritor está mostrando.

Para avaliar que cenas são necessárias e quais são dispensáveis, é importante que o escritor tenha em mente a imagem final que deseja criar com sua história. Isso não precisa necessariamente ser definido antes de você começar a escrever. Essas decisões podem ser tomadas durante o processo de edição e revisão.

Lembre-se que leitor não tem acesso a todas as peças do quebra-cabeça no início da história. É você quem deve orientá-lo, entregando peça por peça, de forma a criar um processo de descoberta interessante e estimulante.

Leia as dicas 1 à 50.

Leia as dicas 51 à 100.

Conheça o 1º Ebook do Ficção em Tópicos

About the Author

Diego SchuttView all posts by Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e Japão. Há 8 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

0 Comments

Add comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright 2010-2018 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos