Aprenda a criar realidades com palavras

Dica 36: Permita que o leitor tire suas próprias conclusões.

Por Diego Schutt em 12/10/2010 Tópicos: dicas
15

O principal objetivo de qualquer história é entreter. No momento em que você tenta explicar o que o leitor deve sentir ou pensar sobre o que está acontecendo em uma cena, você deixa de entreter e passa a educar.

Resista à tentação de tentar catequizar ou informar o leitor sobre o que você pensa a sobre o tema da história. Deixe seus argumentos e teorias para seus textos de não-ficção. Você mostra seu ponto de vista com destino que dá para cada personagem. O escritor não deve explicar suas opiniões nas suas histórias, mas sim dramatizá-las.

Concentre-se em mostrar as reações dos seus personagens às situações em que eles se encontram. Deixe que o leitor tire suas próprias conclusões sobre o que a história significa ou representa.

Leia as dicas 1 à 50.

Leia as dicas 51 à 100.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Hong Kong. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada