Aprenda a criar realidades com palavras

Dica 5: Elimine a autocrítica no início do seu processo de criação.

Por Diego Schutt em 16/08/2010 Tópicos: dicas
11
20

Nos primeiros estágios de desenvolvimento das suas histórias de ficção, você precisa de liberdade criativa para explorar todas as possibilidades de desenvolvimento de uma ideia. Enquanto você ainda está trabalhando no primeiro rascunho de um texto, não avalie qualidade do que está produzindo, nem se preocupe com detalhes sobre a estrutura da narrativa.

Ignore aquela voz insistente que julga suas ideias antes mesmo de você ter a oportunidade de desenvolvê-las. Pare de criticar suas habilidades de escritor enquanto você ainda está descobrindo e explorando o universo de ficção da sua história.

É perda de tempo tentar escrever um texto acabado de primeira. Escrever é reescrever. Edições e reajustes fazem parte do processo de criação, mas são etapas que vem mais tarde, quando você já tiver claro qual é a sua história e o que está tentando comunicar ao leitor.

Leia as dicas 1 à 50.

Leia as dicas 51 à 100.

Sobre o Autor

Diego SchuttLer todos os textos de Diego Schutt
Diego Schutt combina ideias de teoria literária, dramaturgia e psicologia social para ajudar escritores iniciantes e experientes a desenvolver textos com mais confiança, foco e impacto. Sua formação técnica em escrita criativa inclui cursos e oficinas no Brasil, Austrália, Suíça, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Hong Kong. Há 7 anos, ele escreve e edita o Ficção em Tópicos, o site mais completo sobre storytelling em Português.

11 escritores têm algo a dizer sobre este texto

  1. J. Mantonvai 07/01/2013

    Essa provavelmente é a parte mais difícil da coisa… As vezes, parece quase impossível evitar de se comparar com outros escritores e textos que você lê. É frustrante quando você sente que as suas idéias não são muito originais ou quando você tem aquela sensação de que precisa de oitocentas bilhões de páginas para qualquer coisa fazer sentido, e que a sua história vai matar o leitor de tédio até o final da décima página. Meu gênero favorito envolve fantasia sobrenatural. Isso é complexo. Existem muitas histórias parecidas e todas elas seguem uma fórmula que me deixa desanimado…
    De qualquer maneira, a sua dica é realmente ótima. As vezes é muito complicado escrever algo pronto, e muitas outras ainda, você acaba acertando mais quando faz algo com maior liberdade e sem tanta pressão, do que faz quando está tenso em escrever a história perfeita…
    Enfim, parabéns pelo site! A ideia é fantástica e todas elas são muito proveitosas! Abraços!!!

  2. Diego Schutt 07/01/2013

    Ao invés de se comparar a outros escritores, procure entender o que exatamente você gosta no estilo deles, e tente incorporar esses elementos nas suas histórias.

    Obrigado pela mensagem e pela leitura.

    sds
    Diego

  3. Silvana Batalha 19/07/2013

    Estou a-man-do todas as dicas, devorando-as com uma fome canina!!!! Adoro escrever, tenho muitas ideias o tempo todo, minha cabeça parece uma centrífuga enlouquecida de tanto girar. Porém, não domino técnica alguma…Com suas dicas, as coisas estão tomando outra forma. Muito legal mesmo! Sou super crítica comigo e fico arrasada quando leio o que escrevo e acho tudo uma grande merda. Ai, ai…Obrigadíssima, Diego!! Voltarei a comentar por aqui. Beijão!!

  4. Diego Schutt 09/08/2013

    Silvana, sua mensagem me fez levantar da cadeira e dar uma dançadinha. Fico super feliz que você esteja curtindo as dicas do Ficção em Tópicos. Espero que elas ajudem você a se sentir mais confiante para escrever histórias, e a ser menos crítica com seus textos.

    Obrigado pelo comentário.
    sds
    Diego

  5. Sergio 18/08/2013

    Obrigado pelas dicas fantasticas! Ajudam imenso quem está a tentar escrever algo. Mil vezes obrigado!!

  6. Diego Schutt 29/08/2013

    Legal Sergio. Obrigado pela mensagem!

  7. Erick de Vathaire 28/11/2013

    Jurava que era soh comigo que tinha essa “Neura do perfeccionismo”

    Bom saber que eh com todo mundo e melhor ainda saber que posso ignora-lo jah que dps ele volta msm (Nunca pensei nisso que vergonha kkkkk)

    Vlw Diego novamente parabens! (Soh nao comento todas as dicas pq a net eh lenta aqui como soh ela pode ser mas considere um “Otimo, valeu Diego” em TODAS as dicas bllz xD)

  8. Vinicio 06/02/2014

    Realmente, nessas horas sou meu maior inimigo. Me animo, sento diante do computador e “o crítico” se manifesta. Prende meus braços e some com minhas ideias!
    Escrevo histórias românticas (tento), mas vejo-me preso a situações melancólicas e isso atrapalha no momento de encontrar animação!

  9. Rodolpho 21/06/2014

    Sou muito autocrítico quando o assunto é escrever. Seja o texto para um trabalho de faculdade ou o rascunho de uma história, às vezes consigo ficar horas sem conseguir produzir nada porque fico travado. Isso é frustrante. Estou há 6 anos planejando um livro e já mudei a história centenas de vezes. Agora, estou desenvolvendo uma história que, a princípio, é definitiva, mas ainda tenho dificuldade de colocar ideias no papel. Sempre que vou começar a escrever vem aquela voz dizendo “Isso está ruim” ou “Essa história não parece muito original”. Isso é horrível. Mas, acho que agora, com suas dicas, vai melhorar.

    Conheci o site há dois dias e gostei muito do conteúdo. Já pesquisei vários sites que se propõem a dar dicas de como escrever, mas este é com certeza um dos melhores, porque é muito rico, e ao mesmo tempo, seus textos são sucintos e objetivos. Parabéns, e obrigado.

  10. R.R Silvério 17/12/2014

    Vlw essa dica me ajudou mesmo!eu descobri esse blog hoje mesmo e já está me ajudando muito!e o meu maior problema é realmente esse de ser muito perfeccsionista não só em escrever mas nos meus desenhos (Tb sou uma desenhista iniciante),nas redações de escola e enclusive nesse comentario que eu devo ter revisado umas dez vezes antes de postar aqui senpre que eu vou escrever ou reler um texto que eu já fiz eu tenho até preguissa de ler!senpre acho que está horrivel e vem aquela vozinha dizendo”você não é capaz de fazer isso!” e mesmo que as pessoas elogien o meu trabalho eu senpre acho que está mal feito.
    Talvez eu esteja exigindo demais de mim mesma,afinal eu ainda sou uma escritora amadora né?bem enfin vlw mesmo eu vou tentar parar de exigir tanto assin de mim,é claro que eu ainda tenho que julgar as minhas historias ver o que está bom e o que está ruim mas eu acho que tenho que aprender a julgar por que as vezes nem tudo que eu faço pode estar realmente ruim e se eu continuar da forma que eu estou não vou chegar a lugar algum!
    Obrigada pela dica,eu espero melhorar ao longo dos anos e quen sabe um dia publicar alguma coisa?Não custa nada sonhar né?

  11. ONAI ONAI 15/01/2017

    O perfeccionismo foi uma coisa que sempre me atrapalhava em vários aspectos da minha vida, na escrita, no desenho, no estudo e até na arrumação de objetos. Antigamente eu arrumava uma pilha de livros e se eles não estivessem em harmonia com algo louco da minha mente eu desarrumava tudo e arrumava novamente. Hoje em dia controlo melhor essas loucuras contudo acho que a auto crítica não deve ser anulada caso contrário a pessoa cria qualquer coisa de qualquer jeito e fica por isso mesmo.

Gostou do texto? O autor vai adorar saber. Deixe um comentário e compartilhe o artigo com outros escritores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Copyright 2010-2017 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada