Dicas e técnicas para escrever livros e roteiros para cinema e tv

Escreva histórias mais envolventes e originais

  • Seu ego não merece elogios

    By Diego Schutt on 27/07/2016 in destaque, inspiração

    O ícone usado na imagem, originalmente criado por Eugene Dobrik, foi modificado e adaptado. Licença para uso disponível aqui. Sempre que começo um texto de não-ficção, seja um artigo, uma crônica ou um texto publicitário, ainda que eu me sinta ansioso com o desafio de produzir algo original e envolvente, minha experiência e conhecimento técnico me ajudam a escrever com confiança. Quando começo a

  • Como escolher o melhor narrador para sua história

    Texto do escritor convidado Eber Freitas Muitos escritores iniciantes investem grande parte do seu tempo pensando na ideia, nos personagens e no enredo da história. Poucos, no entanto, dedicam a mesma atenção à estrutura da narrativa, que é, basicamente, a forma como o escritor organiza as informações ao longo do texto para contar a história de uma forma interessante e envolvente.

  • O escritor hipócrita e o escritor sincero

    By Diego Schutt on 06/04/2016 in destaque, inspiração

    Faça este experimento. Vá para o cômodo mais silencioso da sua casa, fecha a porta e se deite no chão em uma posição confortável, pernas e braços esticados. Feche os olhos, não se mova, tente não pensar em nada. Concentre-se na sua respiração. Sinta o ar entrando pelo nariz, os pulmões se enchendo, o peito estufando. Expire e sinta o torso encolhendo e os músculos relaxando. Comece novamente. Inspire, expire.

  • Como libertar sua voz de escritor

    By Shawn Coyne on 27/02/2016 in destaque, inspiração

    No meu podcast Story Grid, um dos episódios mais populares é o que fala sobre como escritores tomam decisões em relação aos modos de narração. O que são modos de narração? São . Por exemplo, o escritor vai narrar na primeira pessoa? “Conheci um homen de Istambul que

  • Cuidado. Escrever um livro é perigoso.

    Escrever um livro vai testar sua sanidade. Considere no que você está se metendo. Um período de dois a três anos, sem validação externa ou incentivo, sem salário, sem rotina, exceto pela que você impõe a si mesmo. Apoio de amigos e familiares? Talvez. Recompensas futuras? Nenhuma certeza sobre isso. E nós nem começamos a falar sobre o trabalho em si. Será que seu

  • Como ler histórias como um escritor

    By Diego Schutt on 20/01/2016 in destaque, dicas, técnicas

    Texto do escritor convidado Eber Freitas “Escrever é um terço imaginação, um terço experiência e um terço observação”. Nessa citação clássica, William Faulkner omitiu – de propósito ou não – a importância de uma leitura qualificada para a formação do escritor. Contudo, a apreciação literária fundamenta a produção. O escritor que lê de forma crítica identifica a diferença entre estilos, divisa os recursos utilizados

  • Sua arte é uma merda

    By Diego Schutt on 17/01/2016 in destaque, inspiração

    Você sabe, seus amigos sabem, eu sei e até o animador Dylan Carter sabe. Sua arte é uma merda. O vídeo abaixo é sobre nosso desgosto com o que produzimos e sobre um segredo que vai tirar um peso das suas costas. A grande lição condensada nessa animação de apenas um minuto e meio é crucial para quem quer ser escritor: o verdadeiro artista não cria POR CAUSA da

  • Um calendário para ajudar você a encontrar suas melhores histórias

    By Diego Schutt on 30/12/2015 in destaque, dicas, técnicas

    No início de 2015, decidi testar uma das sugestões mais recorrentes de todos os cursos e workshops de escrita criativa que já fiz: escreva todos os dias. Apesar de entender, na teoria, os benefícios que tal hábito teria no desenvolvimento das minhas habilidades de escrita, na prática, ficava imaginando qual o benefício real de escrever por obrigação. Afinal, eu pensava,

  • Verdade, verdade, verdade, ficção.

    Quase toda história que ambiciona criar um clímax impactante precisa de um grande acontecimento, algo que nunca foi visto antes ou, se já foi visto, algo que nunca foi apresentado de uma forma em particular. Geralmente, esse impacto é racionalizado demais e ultrapassa os limites do que pode ser considerado verossímil. Alcançar esse tipo de impacto é difícil porque tal momento, inevitavelmente, exige do leitor um grande esforço

  • Escreva ficção COMO você, não SOBRE você.

    By Diego Schutt on 19/11/2015 in destaque, storytelling

    Esta semana, enquanto tomava a ducha obrigatória antes de entrar na piscina do clube para nadar, reparei no menino na ducha ao lado, tremendo de frio. Cutuquei o braço dele e disse: “Para colocar na água quente, é só você girar a torneira pra direita, ao invés de pra esquerda.” Ele sorriu, batendo os dentes, e respondeu “Obrigado moço, mas eu gosto

  • Que escritor você deseja ser?

    Se você e eu desejamos ser levados a sério como escritores, precisamos aprender o ofício dessa atividade. Idenpendente de como escolhemos fazer isso , precisamos estudar os princípios atemporais de criação de histórias com a mesma dedicação com que um neurocirurgião estuda (assim esperamos) antes de começar a abrir buracos nos nossos crânios. Isso é o ofício. Mas existe um outro elemento ainda mais

  • Escrever para chamar atenção, despertar curiosidade e envolver

    By Diego Schutt on 23/08/2015 in destaque, dicas, storytelling

    O início de toda a história dá pistas sobre a experiência intelectual e emocional que o escritor deseja criar com sua narrativa. A atmosfera, o tom e o estilo de escrever de tal escritor, evidentes no começo de todo texto, criam expectativas sobre o tipo de história que ele vai contar e influenciam no processo de decisão de leitura. Se tivemos experiências positivas com textos do escritor no passado, se ele

  • Qual é a grande habilidade do escritor?

    O mundo do artista é mental. O escultor manipula argila, o programador trabalha com códigos. As ferramentas reais de um artista, em contrapartida, assim como a de cineastas e místicos, são a sombra e a luz. O espaço do artista é a mente. Seu material é imaginação. Ele se pergunta “de onde vêm as ideias?”. Será que Gershwin teve a ideia de “Rhapsody in Blue” no

  • Suas histórias fazem perguntas importantes?

    By Diego Schutt on 22/06/2015 in destaque, dicas, inspiração

    Acredito que todo texto que nos marca vai além de contar uma história. Narrativas memoráveis nos envolvem porque seus autores conseguem expressar alguma coisa sobre o mundo ou as pessoas que reconhecemos como verdade, ainda que nunca tenhamos encontrado as palavras certas para expressar tais pensamentos e emoções. Seus textos lhe parecem superficiais, desinteressantes e sem graça? Talvez você precise desenvolver a

  • O passado, o presente e o futuro dos seus personagens.

    Texto da escritora convidada Neo Laveroni Não é segredo nenhum que personagens são a alma de toda história. Nem mesmo o melhor enredo do mundo é capaz de envolver os leitores se os seus personagens forem simples estereótipos sem profundidade. Dentre todos os participantes da sua história, o protagonista é o mais importante. Ele é o personagem que define a linha de ação do enredo. Por esse

Copyright 2010-2016 Diego Schutt - Todos os Direitos Reservados | Ficção em Tópicos ® é uma marca registrada